Quem somos




PROGRAMA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL LOBO GUARÁ

O Programa de Educação Ambiental Lobo Guará, criado em 30 de setembro de 2003 é um programa que tem por objetivos gerais promover a Educação Ambiental para a preservação da fauna, flora e dos ambientes natural e urbano. O Programa visa inserir um conhecimento preservacionista, promovendo uma reflexão e uma mudança no comportamento e hábitos que agridam a natureza, dando ênfase à repressão do tráfico ilícito de animais silvestres. O Programa surgiu da necessidade de ações voltadas à educação do meio ambiente, com a finalidade de conscientizar as crianças de hoje para, no futuro, diminuir os ilícitos ambientais.

O Programa conta com uma estrutura educativa realizada por meio de palestras, Curso Guardiões que fora crianças guardiões ambientais e a apresentação do teatro com a peça “LOBO GUARÁ, O GUARDIÃO DO CERRADO”, em que os alunos interagem com os atores, onde o tema principal refere-se ao tráfico ilícito de animais silvestres.

O alvo principal do Programa são os estudantes de 06 a 11 anos e a população em geral. As escolas devem entrar em contato com o Programa para agendar o trabalho; e com antecedência, com o dia e hora definida. Para o Curso guardiões deve-se enviar um ofício solicitando e esperar contato para análise.

O Programa possui como coordenador o SUBTENETE LEANDRO JOSÉ. 
O então TEN QOPM Fernando Vitor Passos, sob o comando do à época do Major Reinaldo , foi o idealizador do Programa de Educação Ambiental Lobo Guará, na antiga Cia Ambiental hoje BATALHÃO AMBIENTAL. Hoje o PREALG está lotado no CENTRO DE POLÍCIA COMUNITÁRIA E DIREITOS HUMANOS, o responsável atualmente pela administração e comando é o Cel. Marcos Aurélio Vitoriano Matias.

O Programa não tem barreiras dentro do Distrito Federal. A maioria das cidades satélites já foram visitadas, incluídas não apenas escolas, como também, parques ecológicos, shoppings e órgãos do GDF. Com algumas exceções o teatro tem ido até o entorno de Brasília pra passar essa importante mensagem.


________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

  • O TEATRO possui três espetáculos; são eles:
Peça 1: "Lobo Guará - O guardião do cerrado"

Com uma mistura de lazer e educação, o elenco, formado por integrantes da Polícia Militar do Distrito Federal, usa a linguagem das artes cênicas para falar sobre preservação da natureza com crianças e adultos. “O teatro é bastante eficiente, porque está se antecipando ao crime. Também é eficiente ir a uma feira e apreender os pássaros. Só que, nesse caso, o crime já aconteceu”, exemplifica o ator Leandro José de Lima.
Eles não perdem o humor, acham engraçado. Dessa forma, levam educação e orientam com brincadeira. Mas a brincadeira e o teatro são sérios.

Atores: João Antonio (como Lobo Guará); Leandro José (policial Manoel); Frazão (policial João); 
Arão (caçador Zé da onça) e Maendli (Tião o pescador)

O 7º aniversário do PREALG foi comemorado no TEATRO NACIONAL DE BRASÍLIA com uma grande festa; e a realização do espetáculo "LOBO GUARÁ - O GUARDIÃO DO CERRADO.
Além desse espetáculo o PREALG possui outras duas peças:

  • PEÇA 2: LOBO GUARÁ CONTRA O MOSQUITO DA DENGUE: Criada em 2013, nesse espetáculo, nosso herói, com a ajuda das crianças, se mobiliza para defender a cidade contra a epidemia do MOSQUITO DENGOZÃO e MOSQUITO DENGOZINHO".
O espetáculo fala que dengue pode virar caso de polícia.


O SGT João Antonio do PREALG iniciou o teatro, a exemplo da imagem abaixo, realizado no bombeiro mirim do Paranoá, dizendo:

“Olha... o lixo jogado em qualquer lugar pode trazer graves conseqüências, por exemplo: quando uma rua ou esquina fica suja de lixo ela começa a ficar pouco movimentada, com isso os pichadores aproveitam que ninguém está olhando e riscam as paredes; as pessoas começam a ficar temerosas em passar naquele lugar, mas os trabalhadores são obrigados, pois do outro lado pode estar o ponto de ônibus ou o metrô, que eles tem que pegar. E os bandidos aproveitam esses lugares pouco movimentados pra esperar uma oportunidade de assaltar.”
O policial dá essa explicação pra mostrar aos alunos que pequenas atitudes pode trazer graves conseqüências. E continua... aponta para o lixo no chão e diz:
“Olha quanto lixo espalhado! Esse lixo aqui pode trazer: rato, barata, mosquito e outras coisas. Não é verdade?”
As crianças falam: “Até o mosquito da dengue!”
“É verdade; por que olha só quanta água parada... O mosquito aproveita pra deixar seus filhotinhos aii; em seguida está cheio de mosquito voando e picando as pessoas. As pessoas ficam doentes e vão para o hospital. Não é verdade? Chega uma, duas, três... pessoas; e o hospital fica lotado. As pessoas começam a reclamar da demora no atendimento, chegam outros pacientes mais graves e passam na frente; começa um bate boca e logo depois, pode haver uma briga e vandalismo. E quem é chamado pra resolver esse problema?
E as crianças respondem: “a POLÍCIA!”
“Viu só como a dengue pode virar caso de polícia!”
E assim a peça continua, entram os mosquitos pentelhando as crianças, mas elas chamam o GUARDIÃO LOBO GUARÁ que com o apoio delas caba com a água parada enfraquecendo os mosquitos vilões, que as ameaçam : “ Nós vamos voltar por que vocês humanos todo ano jogam lixo e deixam água parada em qualquer lugar e assim eu voltarei mais forte!”
Mas o LOBO GUARÁ pedindo o apoio das crianças diz“Mas nós não vamos deixar! Não é mesmo criançada?” E colocam os mosquitos pra correr.





No final o lobo deu o recado“Não joguem lixo em qualquer lugar. O local do lixo é dentro da lata de lixo. E nada de acumular saco de lixo perto de áreas verdes, porque pode passar alguém e colocar fogo; o fogo queima todo o entulho se espalhando, atinge a área verde e pode causar um grande incêndio. E quem é chamado pra apagar aquele fogo? Os bombeiros! Mas até eles apagarem, já causou um grande estrago matando plantas e animais. Os animais entram em extinção e nem no Zoológico vocês vão vê-los.
O lobo então transforma todos os espectadores em guardiões ambientais e diz:

"A natureza é nosso maio patrimônio preservá-la é a nossa missão"

  • PEÇA 3: POLÍCIA EM AÇÃO: nesse espetáculo dois policiais saem a procura de um terrível caçador que vende aves silvestres na "feira do rolo".


_____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
  • O CURSO GUARDIÕES AMBIENTAIS

Formatura da 1ª Turma dos Guardiões Ambientais


video

O Programa surgiu efetivamente em 30 de setembro de 2011, na mesma data, comemorou-se o 9º aniversário do Programa de Educação Ambiental Lobo Guará e também foi realizada a primeira formatura de guardiões ambientais do programa na Escola Classe Incra 7 em Brazlândia, turma Logo Guará. 

Segue abaixo parte de um discurso na escola: 
"Aprendemos com o Programa de Educação Ambiental Lobo Guará, a importância da preservação da fauna, flora e do ambiente natural e urbano, promovendo uma reflexão e uma mudança no comportamento e hábitos que agridem a natureza, dando ênfase à prevenção do tráfico de animais silvestres. Porém ele começou já faz algum tempo...  O Coronel Garcia (era o chefe do CPCDH) acreditou e confiou na sua equipe. E o Programa de Educação Ambiental Lobo Guará, entendendo que poderia expandir e agregar outros trabalhos de grande importância para comunidade, não se restringindo, apenas, às peças teatrais, e sim, ampliando o programa com aulas expositivas e dinâmicas, sobre o meio ambiente e sua preservação.. A Escola Classe Incra 07 acreditou nessa proposta e juntamente com a PMDF, em especial o CPCDH, implantaram o programa de forma inaugural nas turmas do 4° e 5° ano e hoje já percebemos o despertar dos alunos para uma consciência ecológica em relação ao uso indiscriminado dos recursos naturais, tráfico de animais silvestres entre outros temas ambientais, passando a refletir sobre a sua importância frente a contenção dos crimes ambientais e a degradação da natureza. E essa consciência ecológica só foi despertada, porque algumas pessoas de diferentes lugares acreditaram nesse programa e nos valores e atitudes que podia despertar."

Hoje os policiais Subtenente Leandro José, 1ºSGT Marlos Veras, 1ºSGT Marcos, Cabo Paulo Bonfim e a Cabo Katilene são os responsáveis pela aplicação das aulas expositivas.


O FILME: Lobo Guará o Protetor do Cerrado

Para todos aqueles que são fãs do Lobo Guará “O Guardião do Meio Ambiente e Protetor do Cerrado” do PREALG (Programa de Educação Ambiental Lobo Guará) criado em 30 de setembro de 2003; um programa que tem por objetivos gerais promover a Educação Ambiental para a preservação da fauna, flora e dos ambientes natural e urbano; trabalha nas escolas do DF com apresentações teatrais sobre tráfico de animais e com o Curso Guardiões que forma guardiões ambientais para proteger o Cerrado.  E agora, seu personagem principal vai ganhar as telas de cinema

 


Em março de 2013 iniciaram as gravações do curta-metragem “Lobo-Guará – O Protetor do Cerrado” e agora em 25 de junho todo o CPCDH, a SUPROC e a Cabe Social puderam contemplar o filme pronto, que poderá participar do Festival de Brasília de Cinema. O curta é uma história que promete emocionar e conscientizar o espectador. Por isso fica a nossa torcida para que tudo de certo para a participação no festival.



A estória trata de um herói Dudu (interpretado por Ian Teixera, 6 anos, morador do Itapoã), uma criança que mora numa fazenda inserida no bioma Cerrado, lá ele vive uma aventura. Através de seu avô conhece a estória do lendário super herói Lobo Guará o Guardião do Cerrado(interpretado pelo policial militar SGT João Antonio) . Os dois têm um grande encontro e juntos vão lutar contra um perigoso vilão, um especulador imobiliário, o Senhor Ganância, que quer comprar grandes áreas do cerrado para a construção de prédios e condomínios.  Uma dessas áreas é a fazenda do avô do Dudú, o Vô João (interpretado por Andrade Júnior). Uma eletrizante aventura vai ser costurada pelos protagonista do filme. Mas antes eles enfrentaram uma dupla atrapalhada de caçadores Zé e Tião (vividos pelos policiais militares SGT Arão Antonio do Carmo e pelo SD Maendli Tennis da Hora Júnior).

A idéia surgiu a mais de dois anos na mente do diretor Fauston da Silva, mas ganhou forma a partir do entrosamento entre os programas Picasso Não Pichava e Cia de Teatro Pátria Amada, ambos, da Subsecretaria de Programas Comunitários e do Programa de Educação Ambiental Lobo Guará do Centro de Polícia Comunitária e Direitos Humanos – CPCDH, da PMDF. O curta contou também,com o patrocínio e apoio da Caixa Beneficente dos Policiais Militares – CABE.

Diretor Fauston Silva apresentando a equipe do filme

É isso ai, quando o cerrado e toda sua diversidade estão ameaçados, não só o pequeno “Dudu” mas todas as crianças podem contar com a perspicácia do “Lobo Guará” para afugentar os malfeitores que ameaçam o meio ambiente.


Assista o Trailer
video

Um comentário :